quarta-feira, 29 de junho de 2011

Ai, ai... A vida não é de todo má... A vida também pode ser boa... =) Acabei de tomar um banho de chuva voltando do banco para o trabalho... Era o que eu estava precisando... rs Caminhar na chuva... Respirar... Mentalizar e recitar baixinho uns mantras... Chega me sinto leve... *-* O ato de simplesmente sorrir tem uma força enorme, não é? ^^ Mesmo na fila do banco, eu sorrindo... Andando na chuva (que estava forte), mas sorrindo... Acho que as pessoas achavam que sou louca... rs Talvez eu seja... =) Até achei graça nos carros passando rápido pela rua cheia de água, quase me molhando ainda mais... Os motoristas sempre com pressa... Na proporção de 1:1... Um carro para uma pessoa... A corrida do capitalismo... Fui ao banheiro no meio do caminho, enxuguei-me um pouco, penteei os cabelos e senti-me pronta. Para quê? Nem sei... rs Comprei um biscoito e vim trabalhar. Tomei vitamina C e estou aqui, com a roupa molhada no corpo... Meu patrão preocupado... Mas estou bem. Estou ótima... =) É como se a chuva tivesse feito uma limpeza na minha alma... Apesar do frio que estou sentindo agora (rsrs), estou percebendo que os problemas que me afligiam nem são tão grandes assim. Tem muita coisa pior pra se preocupar... A vida pode ser tão mais simples... Nós, seres humanos, que a complicamos. =)

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Por quê?

Me diz porquê.
Por que ainda dói te ver?
Por que ainda dói saber de você?
Isso não faz sentido...
Por que me preocupar contigo?
Por que tentar fazer você sorrir?
De que adianta tudo isso?
Não vou acabar por causar mais sofrimento?
Dói meu coração...
Como se você o arrancasse...
Pra que tudo isso?
Pra que falar contigo?
Pra que saber se você está bem?
Não é claro?
O sentimento ainda existe...
Se não existisse, isso não faria sentido...
Mas faz um sentido insensato de se fazer sofrer ao procurar saber de você...
Um sentimento desesperador de saber se você está bem...
De querer que você esteja bem...
De dar um jeito em tudo para que você fique bem...
Não faz sentido...
E faz...
O sentido dos apaixonados...
Essa distância absurda entre nós...
Dá vontade de gritar!
E grito...
Mas você não me ouve...
Sua vida segue outro caminho...
Um caminho longe do meu...
O caminho que você escolheu...
Longe de mim...
E você nem sabe...
Tudo o que sinto tão imenso sinto...
Por você...
Mas nem ouso falar...
Você está melhor assim...
E nossas vidas seguem...
Separadas...
Mas sigo...
Por você...

sábado, 25 de junho de 2011

Nem sempre a solução é do jeito que se quer

Não me leve a mal... Você já faz parte de minha vida... Perdoe-me se estou me afastando de você... Apenas quero evitar mais sofrimento... Um dia vai passar. Até lá não esqueça: você ainda é muito importante para mim.

"ACREDITE

Te dou minha palavra
Basta você querer ouvir
Te dou todas promessas
Pra depois não se iludir

Compreenda que o que passou
Não vai levar o que ficou
Acredite que o que ficou
Vai ser melhor para nós dois

Pegue em minhas mãos
Não queira ser o que não é
Nem sempre a solução
É do jeito que se quer


Compreenda que o que passou
Não vai levar o que ficou
Acredite que o que ficou
Vai ser melhor para nós dois

Com essa canção
Pretendo lhe mostrar
Que a minha intenção
É te reconquistar

E com essa canção
Pretendo lhe mostrar
Que a minha intenção
É te reconquistar

E com essa canção
Eu vou te levar
E com essa canção
Eu vou te levar

(Elleven)"

video

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Vai passar.

É isso... Muitas coisas que sabemos que inevitavelmente acontecerão, mas não deixam de nos surpreender quando acontecem... Apesar de esperado, uma quebra, um rompimento, tudo isso dói de mais... Sempre as duas partes acabam se machucando de alguma maneira... Uma das partes é ferida e sofre. A outra parte sofre porque, apesar de não poder corresponder àquele sentimento, não quer fazer aquela pessoa sofrer... Por que tudo sempre tem que acabar? Por que não pode ser pra sempre? Por que o tempo não pode simplesmente parar naquele momento em que tudo estava tão maravilhoso? Que parecia irreal... Que parecia um sonho... Que dava medo por ser tão bom... Medo de simplesmente esvaecer-se... Como todo sonho, uma hora acaba. Em algum momento temos que acordar. A realidade é outra. Era tudo tão bom... Tudo fazia tão bem... E tudo acabou se misturando. Dói, mas vai passar.

"Menos é mais?

Preciso ser menos
Atrevido, empolgado
Decidido, delicado
Atencioso, dedicado.

Preciso ser mais
Grosso, rebelde
Desligado, Indiferente
Insensível, incoerente.

Quem sabe assim você me nota
E muda essa nota
Que recebi de tí,
E que por muito pouco, não me fez desistir

Menos é mais?
Então preciso ser igual os outros, que por muitas vezes
Te fizeram repetir, aquela antiga frase...que dá azar!
"Eu nunca mais vou me entregar!"

Max Klein (Compositor, Produtor, Amante do Tempo e da Lua, sonhador e um eterno apaixonado)."

http://max-de-max.blogspot.com/2010_02_01_archive.html

terça-feira, 21 de junho de 2011

Será o que tiver que ser...

Muitas vezes sou ansiosa, desesperada, agoniada. Mas adianta? Isso resolve? Não. Do que adianta me desesperar para resolver um problema? Nada. Respira fundo, Tathi. Mais uma vez. Não adianta. Relaxa. Pensa. Se acalma. Será o que tiver que ser. Afinal, minha consciência está tranquila. Era só para esclarecer. Mas se não estou conseguindo nem ao menos te encontrar... Então deixa pra lá. Tem tanta coisa pior no mundo pra gente se preocupar... Não me entenda errado: você é muito importante para mim. Apenas não vou ficar perdendo meu tempo me preocupando com isso. Não que você seja perda de tempo, mas esse desespero todo é. Maktub. Se não for pra eu te explicar, é porque não é pra ser. Se for, o tempo dará um jeito disso acontecer. É só ter calma... Murmurar meu hino favorito... Orar. Isso tudo adianta pra mim. Repetir: "OM CHANDRAYA NAMAH". Buscar a tranquilidade... A clareza de raciocínio... Muita calma... Vou deixar fluir... Não adianta ficar desesperada... Abstrair... Eis a solução...

sábado, 18 de junho de 2011

Estou sozinha. A solidão faz parte de mim... A saudade é ruim, mas é boa. Antítese sem fim. Estou aqui, a pensar sobre o ontem. Estou a lembrar cada detalhe do que aconteceu. A solidão me invade. Não estás aqui... A saudade vem e toma conta do meu ser... Fico a imaginar o que estás a fazer. Sentirás também minha falta? Te vejo em cada detalhe que encontro pelo dia que passa e está por terminar... Já é noite. A solidão há de aumentar... A tua ausência é presença constante esta noite. E minha imaginação voa... Em meus pensamentos posso ter-te aqui, ao meu lado... Corpo junto ao meu... Tocar tua fronte... Dizer que te adoro... Fitar teus olhos lindos (sim, tão lindos!)... Que me fazem delirar apenas de lembrar... Esse sorriso... Você todo... Queria estar aí contigo... Tudo poderia ser tão mais simples... Mas sou paciente... Posso esperar. Infelizmente há outra pessoa que se faz presente... Não me importo. Apenas não ligo... Quero tanto você, mas tanto, que isso se torna muito pequeno. Agora fecho meus olhos. Estou ouvindo a sua voz. Tão nítida aqui... Posso sentir o teu cheiro tão vivo... Sentir teu toque... Teu gosto... Tudo como se fosse real... Nossos corpos numa sinfonia sincronizada de uma música só nossa... Diz que me quer...
Ah! Você sabe o que faz comigo!... Não dá pra explicar... Fico te observando... O gosto da tua pele... O sabor do teu beijo... Queria que durasse pra sempre... É tão injusto isso de ter que acabar... Fico a te observar... Olho teus olhos (que me puxam!)... Passo as mãos pelos contornos do teu corpo... Não quero que termine um dia... O que é isso que você faz comigo? Por que não consigo ter raiva de você? Por que não consigo ficar chateada? Apenas não consigo... Queria fazer eterno cada instante ao teu lado... Cada breve momento em que estamos juntos... Você sabe exatamente o que fazer pra me desarmar... Com esse sorriso... Essas mãos tocando meus cabelos... Nunca esquecerei teu cheiro... Nem a maneira como me olhas... É tão injusto não poder congelar o tempo... Não poder fazer parar tudo bem no momento em que você olhou pra mim e sorriu...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Perco-me em teu olhar... Por isso tento desviar o meu. Entrego-me ao teu sorriso... Viajo pelas curvas do teu corpo... Movimento compassado... Música nossa... Música que só nós sabemos... Vem. Fica aqui comigo hoje. Deveria afastar-me (eu sei), mas não consigo. Há algo que me puxa pra você... Não sei o que é... Apenas sinto... A noite vem... Com ela minha imaginação voa alto... Imagino você... Você. Aqui comigo... Sentir teu calor, sentir tua pele... Sentir o momento... Não quero que termine... Diz que me quer... Diz que vai ficar aqui, comigo... Diz que é pra sempre...

quinta-feira, 16 de junho de 2011

"Eu gosto tanto de você
Que até prefiro esconder
Deixo assim ficar
Subentendido

Como uma idéia que existe na cabeça
E não tem a menor obrigação de acontecer

Eu acho tão bonito isso
De ser abstrato baby
A beleza é mesmo tão fugaz

É uma idéia que existe na cabeça
E não tem a menor obrigação de acontecer

Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então,
A alegria que me dá
Isso vai sem eu dizer

Se amanhã não for nada disso
Caberá só a mim esquecer
O que eu ganho, o que eu perco
Ninguém precisa saber"

(by Lulu Santos)

Estar com você... Inexplicável. Indefinível. Apenas estar perto já me faz tão bem... Não consigo explicar. Não consigo entender. Não preciso falar. Não preciso tocar. Apenas olhar... Olhar você. Comtemplar o teu todo. Observar cada detalhe teu. Cada pedacinho da sua pele... Fecho os olhos e posso sentir teu cheiro. Retomo o momento gravado em minha mente. Sinto tudo outra vez... Cada momento feito nosso... Cada instante de nós dois. Não adianta eu negar, pois sinto. Por que não expressar? O teu cheiro decorado insiste em ressurgir. A sensação de tocar tua pele, teus cabelos... Vem cá. Fica aqui comigo hoje?

video

quarta-feira, 15 de junho de 2011

É só esquecer...

Uma dor. Um aperto no peito. Pisa no chão, Tathi! Pára de andar nas nuvens! Acorda... A vida não é assim. Essa não é a sua realidade. Sejamos realistas. Não adianta sonhar. Sonhar pra quê? Uma hora a gente acorda e cai. Mesmo assim sonho... Sou uma eterna sonhadora. Não consigo não sonhar... E a vida está passando por mim. Ao menos aprendi a vivê-la também. A aproveitar os momentos que são meus. Só meus... Só eu sei o que sinto quando estou contigo. E perco o controle de mim mesma. Isso é terrível! Tudo está contra nós. Tudo... Mas não me importo... Se queremos, que mal há? Eu adoro estar contigo. Eu adoro te olhar. Mas é um tempo findo... Em algum momento tudo isso irá esvaecer-se... Só me restará as lembranças que eu tiver de ti. Será o suficiente? Tenho medo. Não nego sentir medo. Eu sinto. Estou com medo. Medo de envolver-me por de mais! Preciso estar consciente de que isso não é pra sempre. Nós dois sempre soubemos. Ninguém foi enganado. Tudo sempre foi muito claro. Eu mesma deixei claro desde o início. Agora vejo-me preocupada. Eu te adoro. Você sabe. Eu já te disse várias vezes... E podes perceber em meu olhar e em meus gestos. Eu adoro seu jeito criança, a maneira como brincamos e rimos... Eu adoro seu olhar, seu sorriso, sua voz, seu gosto, seu toque, seu cheiro. Por que nada pode durar pra sempre? O que você faz comigo? Eu não entendo. Até tento, mas não entendo... Por que não consigo ser indiferente a tudo isso? Por que não consigo ser indiferente a você? Respira fundo, Tathi. Pára. Respira. Pensa. Dá um passo para trás. Não vai valer a pena sofrer novamente. Esquece. Apenas esquece.