sábado, 18 de junho de 2011

Estou sozinha. A solidão faz parte de mim... A saudade é ruim, mas é boa. Antítese sem fim. Estou aqui, a pensar sobre o ontem. Estou a lembrar cada detalhe do que aconteceu. A solidão me invade. Não estás aqui... A saudade vem e toma conta do meu ser... Fico a imaginar o que estás a fazer. Sentirás também minha falta? Te vejo em cada detalhe que encontro pelo dia que passa e está por terminar... Já é noite. A solidão há de aumentar... A tua ausência é presença constante esta noite. E minha imaginação voa... Em meus pensamentos posso ter-te aqui, ao meu lado... Corpo junto ao meu... Tocar tua fronte... Dizer que te adoro... Fitar teus olhos lindos (sim, tão lindos!)... Que me fazem delirar apenas de lembrar... Esse sorriso... Você todo... Queria estar aí contigo... Tudo poderia ser tão mais simples... Mas sou paciente... Posso esperar. Infelizmente há outra pessoa que se faz presente... Não me importo. Apenas não ligo... Quero tanto você, mas tanto, que isso se torna muito pequeno. Agora fecho meus olhos. Estou ouvindo a sua voz. Tão nítida aqui... Posso sentir o teu cheiro tão vivo... Sentir teu toque... Teu gosto... Tudo como se fosse real... Nossos corpos numa sinfonia sincronizada de uma música só nossa... Diz que me quer...

3 comentários:

  1. ta falando para mim?

    ResponderExcluir
  2. Se não sei quem é, como vou saber se foi pra você? haha

    ResponderExcluir
  3. você sabe sim. so n sabe que sabe. e tb n pode saber que sabe. mas pode dizer pra quem é, e ai eu digo se sou ou não.

    ResponderExcluir